Uanderson: Opção pela Sotreq e o prazer de trabalhar no que gosta

Uanderson: Opção pela Sotreq e o prazer de trabalhar no que gosta

O personagem ELO deste mês conta a trajetória que o levou a supervisor

 

Trocar um cargo de inspetor em uma empresa por um de ajudante, em outra, pode parecer uma decisão difícil, pouco provável, mas Uanderson Tessarolo não teve dúvidas, porque vislumbrava um crescimento profissional. Hoje, 20 anos depois, ele trabalha em uma área que gosta, no cargo de Supervisor de Área Marítimo da Sotreq. A decisão foi acertada!

Uanderson é o “Personagem ELO” deste mês – um espaço na ELO News que mostra o perfil de alguns dos muitos colaboradores que fazem o sucesso do Grupo Sotreq. Na entrevista que segue, ele diz qual é o segredo para ter sucesso em um cargo de chefia e, entre outros assuntos, fala da curiosidade acerca de seu nome, pouco usual.

 

ELO - Como foi seu ingresso no Grupo Sotreq? Há quanto tempo foi isso? 

Uanderson - O meu interesse pela área de máquinas e equipamentos, e pela marca, surgiu quando eu terminava meu curso técnico em mecânica, pela antiga Escola Técnica Federal do Espírito Santo. Meu sogro, Carlos Alberto Rodrigues, que trabalhou na Sotreq por cerca de 40 anos, era representante de suporte ao produto, na filial Vitória, e sempre dividia comigo suas experiências em campo, exaltando as qualidades da Sotreq e da Caterpillar.

Iniciei minha vida profissional como mecânico de máquinas móveis na oficina central do Porto de Tubarão, pela Norpel S/A, que era uma empresa do grupo Vale. Em julho de 2000, surgiu uma oportunidade de ajudante na Sotreq. Nessa época eu já era inspetor de equipamentos, mas aceitei a oferta de ajudante, pois enxergava a possibilidade de crescimento profissional.

 

ELO - Qual o cargo que ocupa hoje e quais as atribuições dele? 

Uanderson - Atualmente, atuo como Supervisor de Área Marítimo. As principais atribuições são referentes à supervisão técnica da equipe durante serviços de manutenção e diagnóstico em motores aplicados em embarcações.

 

ELO - Já passou por outros cargos e outros departamentos no Grupo, antes de ocupar o cargo atual? Conte um pouco de sua trajetória para nós! 

Uanderson - Depois de ingressar na Sotreq como ajudante de mecânico, passei pela administração de serviços como assistente de serviços, programação de campo, programação de oficina, assistente de máquinas usadas na filial Vitória, planejador de manutenção em contrato no Porto de Tubarão, comunicador técnico na Filial Serra e técnico de motores P&M.

 

ELO - Qual é a sua formação? Onde se formou? 

Uanderson - Técnico em Mecânica. Estudei na ETEFES - Escola Técnica Federal do Espírito Santo (atualmente IFES - Instituto Federal do Espírito Santo).

 

ELO - Qual é o segredo para exercer um cargo de chefia? 

Uanderson - Acredito que um líder deve saber explorar as qualidades latentes de cada colaborador e encorajar seu crescimento.

 

ELO - Qual é o fator motivador do seu trabalho e o que te desafia nele?

Uanderson - Eu realmente atuo na área da qual eu gosto, trabalho com prazer, acho que essa é a motivação. O desafio constante é a melhoria diária dos procedimentos, da eficiência, da segurança e o desenvolvimento da equipe.

 

ELO - Você se vê daqui a dez anos na empresa? Como?

Uanderson - Eu realmente não sei pensar assim. Ajo sempre pensando no amanhã, mas vivo um dia de cada vez.

 

ELO - Fora do trabalho, quais são os seus passatempos preferidos?

Uanderson - Não tenho hobbies específicos e como o trabalho exige muitas viagens e muito tempo longe de casa, quando estou em casa tento me dedicar à minha família.

 

ELO - Qual é o melhor livro que já leu ou o filme mais inesquecível que já assistiu? Você os indicaria? Porquê?

Uanderson - Sempre preferi as publicações sobre tecnologia, mas recentemente me interessei pela ficção. Nada muito específico, mas os clássicos sobre Sherlock Holmes me agradam. A perspicácia, o vasto conhecimento sobre vários temas e a capacidade de observação do personagem são realmente cativantes.

 

ELO - Qual é o seu prato preferido e qual é a frequência mínima para degustá-lo?

Uanderson - Polenta com galinha e macarrão, que a minha mãe faz. Sempre que possível, mas a frequência depende mais da minha mãe. [risos]

 

ELO - Na sua geladeira, sempre vai ter um espaço para...? 

Uanderson - Doces gelados – sorvete, picolé, pavê...

 

ELO - Qual foi a sua melhor viagem e qual lugar ainda pretende conhecer?

Uanderson - Santa Catarina. Minha esposa adorou o lugar e minha filha se encantou com o Parque Beto Carreiro.

 

ELO - Uma pessoa que você admira e por qual motivo? 

Uanderson - Meu pai! Um homem de 86 anos que não se rende à idade, que está sempre trabalhando e sempre disposto a ajudar a quem necessite.

 

ELO - O seu nome é um pouco diferente. Tem alguma história curiosa por trás dele que você poderia compartilhar?

Uanderson - Sempre acreditei que era culpa do escrivão, mas recentemente minha mãe comentou alguma coisa sobre aportuguesar a expressão “wonder son”. O Sobrenome é italiano, meus bisavós eram imigrantes e instalaram-se no interior do Espírito Santo.

 

ELO - O mundo seria melhor se...? 

Uanderson - ... As pessoas não desejassem ao próximo aquilo que não desejam a si mesmas.

 

Comentários

Roberto Albuquerque

Muito legal a matéria. Trabalhamos no dia-a-dia e acabamos não conhecendo tão bem as pessoas.



KEYTH ARIANNE MOREIRA DOS SANTOS

Uma verdadeira história de determinação que demonstra o crédito que a pessoa aplica a si mesmo. A colheita dos bons resultados sempre vem quando a semeadura é realizada com foco, constância e assertividade. Parabéns pelas conquistas Uanderson Tessarolo.



Ana Paula

Eu já pude fazer parte do time por 14 anos e sempre tive muita motivação e orgulho. Foram anos de conhecimento e aprendizado. Parabéns Uanderson pela sua trajetória e parabéns Sotreq pela iniciativa e como sempre a valorização dos seus colaboradores.



Comentar