Sotreq e Riuma retomam parceria em nome da produtividade

Edição: 
N° 54

Sotreq e Riuma retomam parceria em nome da produtividade

Mineradora volta a adquirir equipamento Cat® e se surpreende com o resultado

 

O resultado dos primeiros dois meses de trabalho com a Carregadeira Cat® 972L foi acima do esperado. “Até o momento, o equipamento vem superando todas as expectativas de produção e economia de combustível”, diz o engenheiro mecânico Carlos Roberto Barbosa Jr., gerente de equipamentos da Riuma Mineração Ltda.

A avaliação do engenheiro da Riuma marca o início da retomada da parceria da mineradora com a Sotreq, depois de mais de uma década. Carlos Barbosa explica que este processo de reaproximação, de apostar novamente nos equipamentos Cat, durou ao menos quatro anos.
 

“Sentimos uma reaproximação da Sotreq com a Riuma buscando entender as nossas necessidades e como oferecer um produto que se encaixasse em nosso processo. Essa postura humilde e engajada nos motivou a trabalharmos juntos para reintegrarmos a marca, unindo a necessidade da Sotreq de reconquistar o mercado com a nossa vontade de termos os equipamentos Cat de volta”, diz o engenheiro.

Custo e produtividade

Junto com o Tiago Amaral, consultor de vendas sênior da Sotreq, Carlos Barbosa e sua equipe começaram a fazer o levantamento de números e todos os índices de performance, custo e produtividade. O objetivo era fazer a comparação com o equipamento que a mineradora estava usando como pá-carregadeira de pátio.

 

“Coletamos dados da 966L, 962L e 972L através de testes aqui dentro do nosso site e seguindo, fielmente, a nossa aplicação. Por fim, conseguimos provar, tecnicamente, que a Cat 972L poderia performar e até superar a produção e produtividade da máquina da concorrência”, lembra o gerente de equipamentos da Riuma.

 

Ele ressalta que o último e crucial esforço ocorreu na parte comercial. “A Sotreq enxergou, novamente, a nossa necessidade e visualizou a oportunidade de reintroduzir a marca na Riuma e expandir esse produto no mercado de pedreiras. Demonstrou parceria através do esforço em nos atender comercialmente e conceder todas as garantias necessárias do equipamento, para que pudéssemos tomar a decisão com mais tranquilidade”.

 

Carregadeira 972L

 

Tiago Amaral, incumbido pela Sotreq de reanalisar esse segmento de pedreiras e liderar um projeto de retomada desses clientes, conta que a receptividade foi sempre muito boa na Riuma, que sempre ajudou nas informações de mercado e necessidades do segmento. “Trata-se de um cliente bastante formador de opinião no segmento de pedreiras na grande SP”, afirma Tiago.

 

Sobre a Carregadeira 972L, ele explica que a Caterpillar a desenvolveu com configuração especial para o pátio de expedição de pedreiras, com acessórios exclusivos que se encaixam perfeitamente na necessidade desse segmento. A configuração inclui balança integrada, caçamba de 5,3m³ e recurso tecnológico de autoescavação. A mineradora ainda foi contemplada com o PMP completo para o equipamento. O Programa de Manutenção Preventiva cobre as primeiras mil horas de operação.  

 

A ampla capacidade da caçamba, aliás, é um item bastante elogiado pelo cliente, entre outros. “A caçamba de 5,3m³ garante a velocidade de carregamento que precisamos nos horários de pico, promovendo fluidez no escoamento dos nossos produtos. Mas será no médio e longo prazo que esperamos nos beneficiar do melhor que acreditamos haver nesse equipamento: confiabilidade e custo de manutenção. Esses resultados podem determinar uma migração completa e o retorno da hegemonia da Cat dentro da nossa empresa”, avalia o engenheiro da Riuma.

 

Sustentabilidade da relação

 

A retomada da parceria está apenas no começo. No que depender de ambas as partes, novos negócios devem acontecer em breve. Carlos Barbosa vê com entusiasmo essa reaproximação, “pois a nossa empresa e o nosso setor merecem estar sempre próximos das melhores marcas e a Cat/Sotreq merece estar dentro das melhores empresas”.

 

“Todos vamos ganhar com essa união. O caso da pá-carregadeira foi um exemplo de que a nossa necessidade chegou até os mais altos escalões da Cat e é isso que garante a sustentabilidade dessa relação, pois proporcionou uma solução técnica e econômica para a nossa empresa. O sucesso do equipamento dentro da Riuma, com certeza, vai fomentar mais vendas aqui e nas pedreiras do Brasil todo.  O sucesso que tivemos até agora com a 972L nos deixa motivados para trabalhar junto com a Sotreq em outras categorias de equipamentos”, finaliza o engenheiro.

CONSTRUÇÃO