Escolha correta dos pneus melhora produtividade e reduz custos

Edição: 
Nº 67

Escolha correta dos pneus melhora produtividade e reduz custos

Utilizar o modelo adequado para cada operação é fundamental para obter o máximo de longevidade   

Os pneus têm influência direta na produtividade de qualquer equipamento, além de serem responsáveis por parte significativa dos custos relacionados à manutenção de máquinas pesadas. Diante disso, fica claro que não apenas é muito importante escolher o modelo correto para cada tipo de trabalho, como também é essencial adotar boas práticas de manutenção para obter mais eficiência e o máximo de longevidade. 
“Os pneus são responsáveis por transportar, carregar, direcionar e suportar. Enfim, o pneu faz a intermediação da máquina com o solo e é um item fundamental para a segurança do conjunto. Alguns tipos de pneus são feitos para aguentar altas capacidades de cargas e sofrer severas agressões, além de resistir a altas temperaturas. Eles podem explodir se a escolha não for adequada para determinada obra”, alerta Ramon Noé, representante de suporte ao produto da Sotreq. 
É por isso que não se deve utilizar um pneu de média intensidade para operações “frente de rocha”, de alta intensidade, como em minerações, por exemplo. É importante saber que esse cuidado de escolher o modelo adequado para cada tipo de trabalho não é necessário apenas em terrenos mais pesados e irregulares. “Toda operação requer o pneu certo. Até mesmo em empilhadeiras, por exemplo, devem ser utilizados pneus que não mancham o piso”, afirma Ramon Noé. 

Caso tenha dúvida sobre qual pneu deve utilizar em uma operação, o cliente nunca deve arriscar sem ter a certeza de que determinado modelo é o mais adequado. Afinal, uma escolha incorreta pode acarretar maiores custos, não apenas para reposição do pneu, mas às vezes até mesmo com danos à própria máquina. “Em caso de dúvida, o cliente deve consultar sempre o manual do pneu. É fundamental checar suas medidas e capacidade de carga”, orienta o representante de suporte ao produto da Sotreq. 
A utilização do pneu correto para cada operação está entre os cuidados mais importantes para quem busca maior produtividade e longevidade do equipamento. Mas existem outras práticas que não devem ser esquecidas, como destaca Ramon Noé: “Cuidados com o rodízio e calibragem também são fundamentais para obter a maior longevidade. Os descontroles dessas práticas podem acarretar o desgaste prematuro dos pneus e eles deixam de durar o tempo que poderiam”. 

Até mesmo antes do início de sua operação o cliente deve estar atento a alguns detalhes, já que o armazenamento também exige cuidados especiais. “A armazenagem e a montagem têm influência direta no rendimento dos pneus. Eles devem ser armazenados devidamente e, sempre que possível, não a céu aberto”, orienta Ramon. Ele destaca também que as boas práticas na manutenção e utilização dos pneus são fundamentais não apenas no que se refere à produtividade e redução de gastos, mas também no quesito segurança. “A má montagem também pode provocar danos inesperados. Em certas circunstâncias, o pneu pode até estourar repentinamente”, alerta Ramon Noé.  
 

CONSTRUÇÃO