Entenda como as peças podem prolongar ou prejudicar a vida útil do motor

Edição: 
Nº 55

Entenda como as peças podem prolongar ou prejudicar a vida útil do motor

Escolher componentes originais para manutenções preditivas ou corretivas é a atitude certa para cuidar bem do seu equipamento, com garantia de produtividade a longo prazo

 

Motores aplicados em equipamentos pesados, como tratores agrícolas, geradores de energia, colheitadeiras, máquinas de construção, entre outros, são robustos e exigidos ao limite. Cuidados básicos, como respeitar as instruções de uso correto e realizar a manutenção preventiva, são processos fundamentais para aumentar a vida útil do equipamento.

 

Nesse processo de manutenção, seja preditiva ou corretiva, a escolha correta das peças de reposição é fundamental. Da mesma forma que um componente original e com garantia colabora para a eficiência e maior vida útil do equipamento, a opção por produtos chamados paralelos traz o efeito contrário. Ou seja, colocar filtros (óleo ou ar), pistões e até mesmo parafusos significa colocar em risco a saúde e a produtividade da máquina.

 

“O motor é o coração de toda grande máquina e ações preventivas, aliadas à escolha de peças originais, garantem maior produtividade e disponibilidade do equipamento, evitando longos períodos de parada para a manutenção forçada”, comenta Giovani Celeghini, Coordenador de Desenvolvimento de Motores Perkins da MDPower, empresa do Grupo Sotreq e Máster Distribuidora da marca Perkins no Brasil. 

 

De acordo com o coordenador, adquirir o máximo de informação sobre a aplicação e o uso do motor e/ou equipamento, seja por meio do manual do fabricante, pelo processo de entrega técnica ou pela homologação realizada por técnicos capacitados é fundamental para prever e auxiliar no aumento de vida útil do equipamento.

 

Conforme Thiago Tenório, Supervisor MDPower de Suporte Técnico Para Motores Perkins, “Atender às exigências de manutenção preventiva, geralmente apresentadas nos manuais de operação e manutenção dos equipamentos, o emprego de mão de obra especializada para tais manutenções e a utilização de peças originais favorecem o padrão de qualidade da máquina”

 

O coordenador de suporte técnico da MDPower lista alguns fatores que prejudicam e os que prolongam o bom funcionamento da máquina. Confira:

 

FATORES QUE PROLONGAM A VIDA ÚTIL:

-Usar mão de obra capacitada na manutenção preventiva;

-Empregar peças genuínas em todos os reparos;

-Manter o equipamento limpo, para checar oportunidades de manutenção;

-Fazer a limpeza do motor somente quando ele estiver frio e desligado e seguindo as instruções dos manuais de operação e manutenção. Lembrando que, o ideal é higienizar com água e produtos químicos não agressivos.

 

FATORES PREJUDICIAIS:

-Utilizar mão de obra não qualificada para o uso do motor, pois pode sobrecarregar o mesmo ou gerar problemas de aplicação, trazendo risco humano e ao patrimônio;

-Usar peças não genuínas do fabricante;

-Realizar a manutenção preventiva sem seguir as instruções dos manuais de manutenção e operação oferecidos pelos fabricantes;

-Não obter conhecimento sobre as características do motor em sua funcionalidade;

-Não executar a manutenção preventiva;

-Usar diesel e óleos de fontes não confiáveis.

 

DISTRIBUIÇÃO (MDPower)