Laboratório SOS: instrumento para o bom desempenho da máquina

Laboratório SOS: instrumento para o bom desempenho da máquina

Latina Manutenção compra lote para análise de diesel 

 

O bom funcionamento do motor depende, especialmente, da condição do diesel empregado. Pensando nisso, a Sotreq criou, há mais de 35 anos, o Laboratório SOS para a análise de fluidos de equipamentos Cat® e similares, agregando qualidade na manutenção preditiva do cliente, por meio da identificação antecipada de problemas que podem interferir na vida útil da máquina. Aliada à diminuição do tempo de parada, do custo de manutenção e do rendimento da mesma, está a possibilidade de acompanhar os serviços on-line via SotreqLink

Tendo em vista todos esses benefícios, a Latina Manutenção acaba de adquirir 500 frascos de amostra em sua primeira compra. A opção pelo laboratório ocorreu não somente pelas particularidades conhecidas da Sotreq, mas pelos bons preços e atendimento, afirma o assistente administrativo de compras da empresa, Diego Dias Muzy. “Já trabalhei com a Sotreq em outras ocasiões e sei da qualidade dos serviços. A princípio, compramos 500 lotes, mas esse número pode aumentar, visto que temos 75 equipamentos no grupo e um consumo médio de 120 por mês”, disse. 

Um dos principais diferenciais oferecidos pela Sotreq é o acesso digital. Por meio do SotreqLink, é possível receber os resultados dos ensaios após a análise e a interpretação dos técnicos treinados e certificados pela Caterpillar. Além disso, estão disponíveis os treinamentos on-line e presencial. “Existe um problema muito sério com relação à coleta errada do material, como, por exemplo, a presença da poeira. Para que não aconteça isso, demos um treinamento para todo o pessoal de manutenção”, revela o consultor de suporte ao produto da Sotreq, Ricardo Salvador. 

De acordo com os especialistas, o óleo de boa qualidade e manuseado corretamente deve estar sempre sem a presença de contaminantes, água e com teores de enxofre e biodiesel adequados à legislação, permitindo assim o aproveitamento máximo da performance e da vida útil de bombas, bicos e unidades injetoras de seu equipamento. 

A Latina é uma empresa do Grupo Arteris, em atividade no Brasil desde 1997, especializada em manutenção e reparos de rodovias. A expectativa é de que a quantidade de amostras amplie gradativamente. “A previsão é aumentarmos o número de amostras, pois as outras empresas do grupo poderão usufruir desse benefício. O grupo tem sede em São Paulo e é responsável pela operação de cinco rodovias federais nas regiões Sudeste e Sul, totalizando de 2.053 quilômetros, entre elas está a Concessão Fluminense, que atendo, com 320,1 km (Ponte Rio-Niterói até a divisão com o Espírito Santo)”, explica Salvador. 

 

 

Como funciona a análise no laboratório 

A empresa disponibiliza ensaios sobre as condições do óleo, que são capazes de identificar a adequação do combustível e do sistema de injeção de seu equipamento. Esse ensaio funciona por meio da coleta periódica de amostras que, posteriormente, são enviadas ao Laboratório SOS Sotreq, situado na unidade de Contagem, no município de Minas Gerais. 

No laboratório, que é considerado o maior, mais moderno e completo no ramo de análise de óleo lubrificante e de líquido de arrefecimento da América Latina, essa amostra passa por sete tipos de testes. O resultado leva, em média, 72 horas para ser concluído. Todos os resultados são disponibilizados no SotreqLink e no SOS Web, ambos com acesso pelo nosso site: www.sotreq.com.br. Nessas ferramentas, estão disponíveis dados sobre os compartimentos, comparação de amostras, gráficos, entre outros recursos.