Grupo Sotreq investe no combate à COVID-19

Grupo Sotreq investe no combate à COVID-19

Por meio do Instituto Social Sotreq, o iSSO, a empresa convidou seus colaboradores a fazer doações e dobrou o valor arrecadado. Dinheiro está sendo destinado ao auxílio de entidades sociais e de saúde.

 

Em momentos de crise, líderes têm a responsabilidade de ser exemplo na busca de soluções. O Grupo Sotreq está fazendo a sua parte. Além de campanhas informativas para que todos os seus colaboradores e parceiros tomem os cuidados de prevenção e isolamento social para conter a contaminação pela COVID-19, a empresa vai além. Por meio de uma ação de mobilização social, três frentes de atuação estão sendo conduzidas: 

 

A primeira iniciativa dessa corrente do bem veio com a doação do valor que seria destinado para a celebração do aniversário de 15 anos do Instituto Social Sotreq – iSSO. O apoio financeiro foi encaminhado para uma ação social colaborativa da PUC-Rio, através do Laboratório NEXT – Departamento de Artes no Projeto de Confecção de Máscaras Protetoras Faciais no combate à COVID-19. Com este auxílio, foi possível adquirir três impressoras 3D e material para fabricação dos protetores faciais. As peças produzidas estão sendo destinadas a diversos hospitais e instituições do Rio de Janeiro.

 

Depois desse primeiro passo, o Grupo Sotreq trabalhou para envolver todos os colaboradores, através da doação ao Fundo Emergencial. A cada R$ 1,00 doado, a empresa dobrou o valor. “Com a contribuição de todos e o aporte da Sotreq, estamos auxiliando instituições sociais, comunidades e hospitais, nas diversas localidades de atuação da empresa, através da doação de material de limpeza, higiene, alimentos e Equipamentos de Proteção Individual – EPIs”, explica Teresa Cristina Lopes, Diretora de Estratégia & Ambiente Humano e Vice-Presidente do iSSO.

 

Essas doações contam com um forte apoio do comitê de voluntariado, representantes das localidades, área de suprimentos, além do time de Responsabilidade Social do Grupo Sotreq.

 

Outra frente importante de atuação foi a destinação de protetores faciais através do iSSO para a Secretaria de Estado de Saúde do Estado do Rio de Janeiro, o Hospital Municipal Lourenço Jorge, localizado também no RJ, e o Hospital Infantil Albert Sabin em Fortaleza.

 

Sybelle da Costa Oliveira Ban, presidente do iSSO, ressalta: “Unidos, nós faremos alguma diferença para esse país”.

 

Comentar